TOMATE SWEET GRAPE CULTIVADO COM DIFERENTES LÂMINAS E FREQUÊNCIAS DE IRRIGAÇÃO EM AMBIENTE PROTEGIDO - DOI: 10.7127/rbai.v13n301009

Ewerton Dilelis Ferreira, Miguel Augusto Viol, Jacinto de Assunção Carvalho, Mariana Lúcio Gontijo, Fátima Conceição Rezende, Elvis Marcio de Castro Lima

Resumo


Atualmente os tomates do grupo grape estão ocupando maior espaço no mercado consumidor brasileiro. Entretanto, algumas informações relativas ao seu manejo, como a quantidade de água que melhor atenda às necessidades da cultura durante o seu ciclo ainda são escassas. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes lâminas e frequências de irrigação sobre as características produtivas do tomate sweet grape cultivado em ambiente protegido. As plantas foram conduzidas em vasos e irrigadas por gotejamento. Utilizou-se o delineamento em esquema fatorial com cinco lâminas (40, 60, 100, 120 e 140% de reposição do minitanque) por três frequências (1, 2 e 3 irrigações ao dia), com quatro repetições. Foram avaliados o número, a produtividade, o diâmetro e o comprimento dos frutos e a eficiência de uso da água (EUA). Todos os atributos avaliados foram significativamente influenciados pela lâmina de irrigação apresentando um ajuste linear positivo. O maior valor de EUA foi obtido com irrigação com base na reposição de 60% da evaporação do tanque classe A.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Agricultura Irrigada - RBAI

ISSN: 1982-7679

E-mail: revista@inovagri.org.br

+55 85 32681597