PRECIPITAÇÃO E EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA PROVÁVEIS PARA O MUNICÍPIO DE PINHAIS-PR - DOI: 10.7127/rbai.v13n4001031

Jorge Luiz Moretti de Souza, Daniela Jerszurki, Mariana Vasconcelos Barroca, Clodoveu Valdeni Trentin, Bruno César Gurski

Resumo


Teve-se por objetivo no presente trabalho determinar os parâmetros estatísticos da função densidade de probabilidade (FDP) com melhor ajuste aos valores decendiais de precipitação pluvial (P) e evapotranspiração de referência (ETo) para o município de Pinhais-PR, e calcular os valores decendiais prováveis de P (75%) e ETo (25%). Foram consideradas as funções densidade Normal, Triangular, Gama, Exponencial e Uniforme e, para a verificação do ajustamento das funções às séries de dados, foram aplicados testes de aderência de Kolmogorov-Smirnov a 5% de significância. Apesar dos valores decendiais da ETo terem se ajustado melhor à função densidade Normal (51,4%) e a precipitação à função Gama (54,1%), aproximadamente metade dos decêndios ao longo do ano ajustaram-se à outras quatro funções densidade de probabilidade, evidenciando a necessidade de se considerar outras funções em estudos climáticos visando a determinação de valores prováveis na região. Os valores de ETo25% e P75% indicaram entre março e agosto maior possibilidade de redução no armazenamento de água no solo e ocorrência de deficiência hídrica às plantas. Associações lineares simples possibilitam a obtenção dos valores decendiais de ETo25% e P75%, respectivamente, com valores de ETomédio e Pmédio decendial da região de Pinhais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Agricultura Irrigada - RBAI

ISSN: 1982-7679

E-mail: revista@inovagri.org.br

+55 85 32681597