DESEMPENHO PRODUTIVO DA SOJA COM IRRIGAÇÃO SUPLEMENTAR NOS TABULEIROS COSTEIROS DE ALAGOAS - DOI: 10.7127/rbai.v13n6001137

José Wanderson Silva dos Santos, Wemerson Saulo da Silva Barbosa, Iêdo Peroba de Oliveira Teodoro, José Antonio Costa Silva, Iêdo Teodoro, Guilherme Bastos Lyra

Resumo


A adaptabilidade de cultivares de soja (Glycine max (L.) Merr.) nos Tabuleiros Costeiros de Alagoas é uma opção para o cultivo de áreas anteriormente cultivadas com cana-de-açúcar. Por isso, o objetivo nesse trabalho foi determinar a produtividade e a eficiência no uso da água para produção de grãos e matéria seca de cultivares de soja, na região de Rio Largo, Alagoas. As cultivares utilizados foram: AS 3730, BMX-POTÊNCIA, BRS 9383, M 6210, M 8349 e M 6410, plantadas em blocos ao acaso e as variáveis estudadas foram: chuva, evapotranspiração da cultura, temperatura do ar, produtividade agrícola, matéria seca, eficiência no uso da água para produção de grãos. A evapotranspiração da cultura média foi 4,50 mm por dia. As cultivares AS 3730 e M 8349 apresentaram melhor desempenho com produtividade média de 5,31 t ha-1 (valor que representa 36,4% maior que a média nacional na safra 2017/2018) e eficiência no uso da água para produção de grãos com média de 1,10 kg m-3. As variedades BRS 9383 e M 8349 apresentam maior potencial de produção de matéria Seca, média 18,03 t ha-1, fator que é diretamente ligado ao rendimento de grão e evapotranspiração da cultura. A cultivar M 8349 apresentou o melhor desempenho geral para as condições locais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Agricultura Irrigada - RBAI

ISSN: 1982-7679

E-mail: revista@inovagri.org.br

+55 85 32681597