EFEITO DA COBERTURA DO SOLO E DA LÂMINA DE IRRIGAÇÃO SOBRE AS VARIÁVEIS DE PÓS-COLHEITA DE MELÃO AMARELO - DOI: 10.7127/rbai.v13n6001157

Marcio Facundo Aragão, Luis Gonzaga Pinheiro Neto, Marcia Facundo Aragão, Thales Vinicius de Araújo Viana, Ana Kelly de Sousa Gomes

Resumo


Este trabalho deve como objetivo avaliar o efeito de diferentes regimes de irrigação nas variáveis de pós-colheita do meloeiro, cultivado em solo com e sem cobertura vegetal. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos completos ao acaso, em parcelas subdivididas. As parcelas foram compostas de 5 regimes de irrigação (TL1, 120%; TL2, 100%; TL3, 80%; TL4, 60%; e TL5, 40% da ETc) e as sub parcelas com solo com cobertura vegetal (SCC) e sem cobertura vegetal (SSC), com cinco repetições. Aos 65 dias foram analisadas as seguintes variáveis: Sólidos Solúveis (SS) (°Brix), Firmeza da Polpa (FP), massa médio dos frutos (MMF) e percentual de umidade do fruto de melão (%U). Os dados referentes aos fatores regimes de irrigação e cobertura do solo foram submetidos à análise de variância. Todas as variáveis analisadas foram influenciando significativamente (p<0,01) pelos os regimes de irrigação (TL). O regime de irrigação de 94% da ETc apresentou o melhor resultado para sólidos solúveis. Com relação a cobertura vegetal do solo, verificou-se influência significativa (p<0,05)  na variáveis massa média do fruto.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Agricultura Irrigada - RBAI

ISSN: 1982-7679

E-mail: revista@inovagri.org.br

+55 85 32681597