PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR DO IV SIMPÓSIO BRASILEIRO SALINIDADE

IV SBS – SIMPÓSIO BRASILEIRO SALINIDADE

“Bases e Experiências da Agricultura Biossalina no Brasil e no Mundo”

07 a 11 de Dezembro de 2020 Fortaleza, CE

REALIZAÇÃO

Instituto de Nacional de Ciência e Tecnologia em Salinidade

Universidade Federal do Ceará

Embrapa Semiárido

Universidade Federal de Campina Grande

APOIO

Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada – Inovagri

Associação Brasileira de Irrigação e Drenagem – ABID

CODEVASF

COMISSÃO ORGANIZADORA

Dr. Claudivan Feitosa de Lacerda (Coordenador)

Dr. Gherman Garcia Leal de Araújo

Dr. Hans Raj Gheyi

CONTEXTUALIZAÇÃO E OBJETIVOS

A salinidade da água e do solo é um problema presente em todos os continentes, especialmente nas regiões áridas e semiáridas. Dados mundiais indicam que 20% do total de áreas cultivadas (sequeiro e irrigado) e 33% das terras agrícolas irrigadas são afetadas pelo excesso de sais no solo, notadamente nas regiões áridas e semiáridas. Além disso, parte significativa das fontes hídricas dessas regiões, notadamente as águas subterrâneas, apresentam concentrações elevadas de sais, o que pode ser um fator limitante para a produção agrícola tradicional. Entretanto, a crescente demanda por alimentos, a escassez de recursos hídricos e os cenários de mudanças climáticas globais indicam a necessidade de aproveitamento desses recursos salinos. Nesse sentido, Agricultura Biossalina aparece como uma das ferramentas para incrementar a produção de alimentos e gerar empregos e renda para os agricultores, notadamente em regiões secas. Nesse contexto, o IV Simpósio Brasileiro de Salinidade (IV SBS) traz como tema central as “Bases e experiência da Agricultura Biossalina no Brasil e no Mundo”. A proposta do evento é discutir a Agricultura Biossalina, considerando os aspectos conceituais, os avanços dessa atividade no mundo e as experiências e potencialidade no semiárido brasileiro. Espera-se contribuir para o reconhecimento e o crescimento da Agricultura Biossalina no Brasil, a qual pode gerar ações importantes dentro das políticas públicas voltadas para a produção agrícola nesta região. Espera-se também contribuir para o estabelecimento de novas parcerias e intercâmbios, fundamentais para o desenvolvimento científico e a formação de recursos humanos no país.

PROGRAMAÇÃO

A programação do IV SBS contará com quatro mesas redondas com palestrantes do Brasil e de outros países que desenvolvem trabalhos com Agricultura Biossalina. Também ocorrerão apresentações de trabalhos (oral e pôster) por estudantes e profissionais inscritos no evento, dentro dos seguintes temas.

1. Caracterização, tipificação e manejo de águas salobras para fins produtivos (vegetal e animal);

2. Caracterização, recuperação e estratégias de utilização de solos afetados por sais;

3. Respostas fisiológicas/moleculares e mecanismos de tolerância à salinidade em plantas;

4. Potencial de produção de espécies halófitas e miohálofitas em sistemas biossalinos

Abaixo apresenta-se a descrição detalhada da programação preliminar:

07 de Dezembro de 2020 (Segunda-feira)

CERIMÔNIA DE ABERTURA DO EVENTO (Inovagri Meeting, IV SBS e XXIX Conird)

08 de Dezembro de 2020 (Terça-feira)

13:30 às 15:30 h – Mesa Redonda 1 – Aspectos conceituais e experiências em agricultura biossalina

– Dr. R. K. Singh (International Center for Biosaline Agriculture – ICBA) – Biosaline agriculture in the world: conceptual aspects, research and successful experiences

– Dr. Gherman Garcia Leal de Araújo (Embrapa Semiárido) – Aspectos conceituais e experiências em agricultura biossalina no Brasil

Moderador: Dr. Jorge Ferreira (US SalinityLaboratory/ARS/USDA)

16:00 às 18:00 h  – Mesa Redonda 2 – Potencial de plantas nativas e exóticas em sistemas biossalinos de produção

– Dr. Pedro Dantas Fernandes (UFCG) – Halófitas na agricultura biosalina: mecanismos,

utilização e valor agregado

– Dr. César Serra Bonifácio Costa (FURG)– Experiências de cultivos de halófitas no Rio Grande do Sul

– Dr Manoel Teixeira Souza Junior (Embrapa Agroenergia) – Caracterização de recursos genéticos halófitos mediante emprego da Fenômica, Genômica, Transcritômica e Metabolômica

Moderadora: Dra. Maria Betãnia Galvão dos Santos Freire (UFRPE)

09 de Dezembro de 2020 (Quarta-feira)

13:30 às 15:30 h – Mesa Redonda 3 – O potencial de uso das águas salobras subterrâneas para fins produtivos biossalinos na região semiárida

– Dr. Márcio de Oliveira Candido (Serviço Geológico do Brasil, CPRM) – Estudos da disponibilidade hídrica subterrânea em regiões semiáridas: O caso do Norte de Minas Gerais

– Dr. Claudivan Feitosa de Lacerda (UFC) – Estratégias para incrementar o potencial das águas salobras na produção vegetal no semiárido

– Dr. Enio Farias de França e Silva (UFRPE)Experiências do uso de águas salobrasem cultivos hidropônicos no semiárido brasileiro

Moderador: Dr. Nildo da Silva Dias (UFERSA)

16:00 às 18:00 h  – Mesa Redonda 4 – Manejo e aproveitamento de solos afetados por sais em sistemas de produção agropecuária

Dr. Raimundo Nonato Távora Costa (UFC) Entraves e alternativas para a produção agropecuária em solos salinizados no semiárido brasileiro

– Dr. Raul Silvio Lavado (Universidad de Buenos Aires, Argentina) – Remoción de sodio y cambios en propiedades en suelos salino-alcalinos causados por la fertilización de pasturas, en las Pampas, Argentina 

– Dr. Edivan Rodrigues de Souza (UFRPE) – Experiências de uso de condicionadores de solo e fitoremediação no semiárido Brasileiro

Moderador: Dr. Hans Raj Gheyi (UFCG)

10 de Dezembro de 2020 (Quinta-feira)

08:00 às 12:00 h – Tour em Salinidade e Drenagem

– Dr. Miguel Ferreira Neto (UFERSA) – Qualidade de águas salinas e salobras para fins de irrigação

– Dr. Lourival Ferreira Cavalcante (UFPB) – Solos afetados por sais: caracterização e rotas de recuperação

– Dr. Marcos Eric Barbosa Brito (UFS) – Tolerância das plantas à salinidade com ênfase nas espécies não halófitas

– Dra. Vera Lúcia Antunes Lima (UFCG) – A drenagem de áreas agrícolas e seus princípios para garantia da produção

Coordenador: Dr. Alexsandro Oliveira da Silva (UFC)

13:30 às 15:30 h – Sessão Oral I – Caracterização, tipificação e manejo de águas salobras para fins produtivos (vegetal e animal)

Coordenador: Dr. Welson Lima Simões (Embrapa Semiárido)

13:30 às 15:30 h – Sessão Oral II – Respostas fisiológicas, moleculares e mecanismos de tolerância à salinidade de diferentes espécies

Coordenador: Dr. Marlos Alves Bezerra (Embrapa Agroindústria Tropical)

16:00 às 18:00 h – Sessão Oral III — Caracterização, recuperação e estratégias de utilização de solos afetados por sais e em processos de salinização

Coordenadora: Dr. Vital Pedro da Silva Paz (UFRB)

16:00 às 18:00 h – Sessão Oral IV – Potencial de produção de espécies halófitas e miohálofitas em sistemas biossalinos

Coordenador: Dr. Oriel Herrera Bonilla (UECE)

APRESENTAÇÃO DE PÔSTERS (Sessão I) – OS PÔSTERS SERÃO DISPONIBILIZADOS PARA ACESSO O DIA INTEIRO

11 de Dezembro de 2020 (Sexta-feira)

APRESENTAÇÃO DE PÔSTERS (Sessão II) – OS PÔSTERS SERÃO DISPONIBILIZADOS PARA ACESSO O DIA INTEIRO

CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO

REALIZADORES

PARCEIROS

PATROCINADORES