Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (1994), graduação em Licenciatura em Ciências Agrárias pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1998), mestrado em Agronomia (Ciência do Solo) pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1998) e doutorado em Irrigação e Drenagem pela ESALQ/USP com estágio na modalidade Doutorado-SWE na University of Southern Queensland, Austrália. É Professora Titular do Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas (CODAI) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e docente permanente no programa de Pós-graduação em Engenharia Agrícola da UFRPE. Tem experiência na área de Irrigação atuando principalmente nas seguintes sub-áreas: hidráulica, irrigação localizada, salinidade, design de sistemas de irrigação.
Graduou-se em Engenharia Agronômica (1987) e Mestrado (1991) em Agronomia (Produção Vegetal) pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal - UNESP (1987) e Doutorado em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior Luiz de Queiroz - USP (1995). É Professor Titular da Universidade Estadual Paulista - Campus de Ilha Solteira. Foi Chefe do DEFERS - Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos no período de 2001 a 2003 e 2005 a 2009. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação e Drenagem, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura irrigada, sistemas de irrigação, agrometeorologia, hidrologia e fertirrigação. É Professor e Orientador no curso de Agronomia na UNESP Ilha Solteira e nos Programas de Pós-Graduação em Sistemas de Produção e Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (PROFÁGUA) na UNESP Ilha Solteira e em Irrigação e Drenagem na UNESP Botucatu. É Relator Ad-Hoc de algumas Revistas Técnicas brasileiras e também da FAPESP.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1977), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1979) e doutorado em Agronomia pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1986). Aposentou-se como Professor Titular da Universidade de São de São Paulo, Campus Luiz de Queiroz, em junho de 2018. Atualmente é Professor Colaborador Sênior da Universidade de São Paulo, Campus Luiz de Queiroz, e Professor Visitante no Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal do Ceará - UFC. Foi Chefe do Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP nos períodos 03/2003 a 03/2007 e 03/2011 a 03/2013. Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Irrigação e Drenagem da ESALQ/USP no período 11/2002 a 11/2008. É o Coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI) que tem sede na ESALQ/USP e líder do Grupo de Pesquisa do CNPq denominado de: Metrologia, Normalização e Qualidade em Irrigação e Drenagem. Coordenou o Projeto Serviço de Assessoramento ao Irrigante - SAI, projeto executado no Distrito de Irrigação do Baixo Acarau-CE. Foi membro do Comitê Assessor de Engenharia Agrícola do CNPq no período de 01 de julho de 2013 a 30 de junho de 2016 (na condição de Suplente) e no período de 01 de outubro de 2016 a 30 de junho de 2019 (na condição de Titular). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Irrigação, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo da irrigação, hidráulica de sistemas de irrigação, otimização do uso da água, evapotranspiração, fertirrigação e simulação.
Engenheiro Agrícola e MS pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Doutor em Agronomia pela Universidade de Córdoba Espanha. Professor da UFV desde 1983 sendo atualmente Professor Titular Sênior do DEA-UFV. Coordenou diversos projetos financiados pelo CNPq, FAPEMIG, BNB, EMBRAPA e atualmente é o coordenador de um programa de pesquisa sobre disponibilidade de recursos hídricos no Oeste da Bahia com recursos da AIBA (2017-2021). Criou e coordenou por 20 anos o GESAI (Grupo de Estudos e Soluções para Agricultura Irrigada) - DEA/UFV. Em 2008 criou a empresa Irriplus Tecnologia e Treinamento Ltda dentro da incubadora de empresas tecnológicas da UFV. É o idealizador e criador da empresa IRRIGER, hoje empresa do grupo Valmont. Orienta atualmente quatro doutorandos e dois mestrandos do programa de pós-graduação DEA-UFV, tendo já orientado 52 dissertações de mestrado e 27 de doutorado. Publicou cerca de 5 livros, 34 capítulo de livros, 137 artigos em revista com corpo editorial, 388 artigos completos e resumos publicados em anais de congressos e revistas técnicas. Desenvolveu 12 softwares de uso na área de irrigação e recursos hídricos. Presidente da Associação Brasileira de Irrigação e Drenagem (Abid).
Professor associado do Departamento de Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente (DAFE) da Universidade de Pisa. Em 2010 obteve o Doutoramento em Hidronomia Ambiental, com uma tese sobre “Medição e Modelação das Trocas Hídricas no Contínuo Atmosférico de Solos Vegetais e Funções de Estresse Hídrico: Aplicação em Olivais”. Em sua formação educacional de alto nível, ele completou o curso de mestrado de nível II em “Irrigação no Ambiente Mediterrâneo” e um Seminário de Treinamento Científico de Alto Nível sobre “Tendências em eco-fisiologia vegetal e pesquisa de ecologia de ecossistema”. Ele estuda há 15 anos as funções matemáticas do estresse e sua formulação empírica de plantações lenhosas perenes e vegetais sob estresses abióticos, como seca e salinidade. No entanto, foram realizadas atividades de investigação com o objetivo de definir e transferir novas estratégias para otimizar a gestão dos recursos hídricos no ambiente mediterrânico.
Graduado em Agronomia pela UFC (1982), Mestre em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela UFC (1988) e Doutor em Irrigação e Drenagem pela Esalq/USP (1994). Atualmente, é Professor Titular da UFC. Linhas de trabalho: Irrigação por Superfície, Drenagem Agrícola, Alocação de recursos em agricultura irrigada
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Ceará (1989), mestrado em Irrigação e Drenagem (2002) e doutorado em Agronomia / Fitotecnia (2011), pela mesma Universidade. Atualmente é Pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa Agroindústria Tropical, com experiência na área de Fitotecnia, atuando principalmente no manejo da cultura do cajueiro, com ênfase na substituição de copas.
Formada em computação com mestrado e doutorado em ciências ambientais. Foi pesquisadora visitante na Wageningen University, Wageningen, Holanda, no periodo de 2011-2012, trabalhando com pegada de carbono e hídrica de produtos agroindustriais. É pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, na área de avaliação de impactos ambientais de tecnologias agroindustriais, e professora do programa de Pós-graduação em Recursos Naturais da Universidade Estadual do Ceará, na mesma área. Tem experiência no desenvolvimento e aplicação de modelos de avaliação de impacto ambiental, com ênfase em avaliação de ciclo de vida (ACV), no processo de desenvolvimento tecnológico e inovação. Tem aplicado esses modelos na avaliação de processos e produtos agroindustriais, durante seu desenvolvimento, visando reduzir impactos antes da etapa de transferência da tecnologia para sociedade. Tem avaliado e contribuído para melhoria de processos agrícolas (frutas tropicais) e de bioprodutos oriundos de resíduos agroindustriais (ex: nanocristais de celulose, filmes biopoliméricos, celulose bacteriana, painéis, e gelatina).
Possui formação técnico/profissionalizante em Segurança do Trabalho (2016) e Graduação em Bacharelado em Engenharia Agrícola (2018), ambos pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Urutaí, e Mestrado em Agronomia - Irrigação e Drenagem pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP/FCA - Campus Botucatu (2020). Durante a graduação, atuei como membro titular do colegiado do curso de Bacharelado em Engenharia Agrícola (2016), bolsista do Programa Institucional em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - PIBIT/CNPq (2016) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC/IF Goiano (2017) e membro dos grupos de pesquisa: Núcleo de Pesquisa em Engenharia Agrícola - NUPEA - IF Goiano e Técnicas Sustentáveis de Produção de Hortaliças no Cerrado Goiano - IF Goiano desenvolvendo projetos de pesquisa nas áreas de Energia na Agricultura, Manejo da Irrigação e da Fertirrigação em hortaliças. Tem experiência com os softwares AutoCad, Sketchup e Qgis; Condução de experimentos agronômicos envolvendo Manejo da irrigação com base nos atributos de solo (tensiometria) e atmosfera (tanque evaporímetro e equações empíricas); Manejo da fertirrigação; Reuso de água na agricultura; Qualidade da água para irrigação (pH da água); Cultivo e manejo da irrigação junto a cultura do lúpulo (Humulus lupulus L.) var. Cascade. Atualmente é representante dos discentes e também, doutorando, ambos no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP/FCA - Campus Botucatu.
Engenheiro Agrônomo. Os interesses de pesquisa do Dr. Vories incluem o desenvolvimento e avaliação de métodos para melhorar a gestão da água de irrigação e reduzir os impactos negativos na qualidade da água, e determinar os benefícios e limitações das tecnologias específicas do local para a agricultura irrigada.
Pedro Medeiros é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, na área de Engenharia Ambiental e Sanitária, lecionando sobre hidrologia, hidráulica e áreas relacionadas a recursos hídricos desde 2010. É engenheiro civil formado pela Universidade Federal do Ceará - UFC (2002), e trabalhou em consultoria no projeto de obras hidráulicas, estudos hidrológicos e de planejamento de recursos hídricos. Concluiu mestrado (2005) e doutorado (2009) em Engenharia Civil - Recursos Hídricos na UFC, este último com período sanduíche no Centro Alemão de Pesquisa em Geociências (GeoForschungsZentrum - GFZ). Concentrou seus estudos acadêmicos em monitoramento e modelagem físico-matemática dos fluxos de água e sedimento em ambientes semiáridos. Em 2018-2019 realizou estágio pós-doutoral como professor visitante na Universidade de Illinois - Urbana-Champaign, EUA, na área de socio-hidrologia. Atualmente desenvolve pesquisas e orienta trabalhos de mestrado e doutorado na UFC (Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola) e no IFCE (Programa de Pós-Graduação em Energias Renováveis), com ênfase no desenvolvimento de métodos para a gestão de pequenos açudes.
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Ceará (1997), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa (1999) e doutorado em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa (2003). Desde 12 de julho de 2021 é professor titular do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal do Ceará. É avaliador externo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, das Fundações de Apoio à Pesquisa de São Paulo, Minas Gerais, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Maranhão e Rondônia, da EMBRAPA, das Universidades Federais do Maranhão e do Rio Grande do Norte, do Estado da Bahia, do Estado do Ceará e revisor ad-hoc das revistas Grass and Forage Science, Animal, Science of the Total Environment, Journal of Agricultural Science, Livestock Science, Pesquisa Agropecuária Brasileira, Revista Ciência Agronômica, Acta Scientiarum, Semina-Ciências Agrárias, Revista Brasileira de Ciências Agrárias e Acta Veterinaria Brasilica, da Sociedade Brasileira de Zootecnia e da Sociedade Nordestina de Produção Animal. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Manejo e Conservação de Pastagens, atuando principalmente nos seguintes temas: ecofisiologia e manejo de plantas forrageiras, conservação de forragens, aproveitamento de alimentos alternativos, análise bioeconômica de sistemas de produção animal e Modelagem em ecossistemas pastoris.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Ceará (1988), mestrado em Irrigação e Drenagem pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Engenharia Agrícola e de Biosistemas - University of California - Davis (2000). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Geoprocessamento, Agricultura de Precisão, Manejo de Irrigação e Otimização.

Cursou doutorado e mestrado no Departamento de Engenharia de Sistemas Agrícolas da ESALQ/USP na área de irrigação e drenagem. Fez doutorado sanduiche no National Center for Engineering in Agriculture na University of Southern Queensland - Austrália. É Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Alagoas. É técnico em agropecuária pela Escola Agrotécnica Federal de Satuba - AL. Trabalha como professor na Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência e atua nas áreas de Eficiência de uso da água e energia em cultivos agrícolas e florestais, Engenharia de Irrigação, Avaliação e Desenvolvimento de Equipamentos de Irrigação, Experimentação Florestal/Agrícola, Ecofisiologia, Modelagem matemática, Balanço energético, Gestão de Recursos Hídricos e Aproveitamento de sub-produtos na agricultura
Engenheiro Agrícola (2008) e Mestre em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá - UEM (2010) (CAPES 5) com desenvolvimento da pesquisa de sua Dissertação no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), e Doutor em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz -ESALQ/USP (2014) (CAPES 5). Realizou Doutorado Sanduíche na University of California/Davis - UC DAVIS, pelo período de um ano (2013), com Bolsa vigente pelo CNPq/CsF. Desde 2014 é Professor Adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS/CPCS. Foi Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia do CREA/MS (gestão 2020/21). Em 2020 foi eleito Diretor Geral do INOVAGRI CENTRO-OESTE e em 2021 Diretor Adjunto de Planejamento e Representação Regional da Associação Brasileira de Irrigação e Drenagem-ABID. Atua principalmente nas áreas de: Manejo de Irrigação, Viabilidade Econômica de Irrigação, Agrometeorologia, Zoneamento Climático, Estresse Hídrico, Modelagem e vem desenvolvendo atividades de Sensoriamento Remoto aplicado à manejo de recursos hídricos em parceria com o Water for Food Robert B. Daugherty Institute da University of Nebraska - UNL/EUA, sob a supervisão do Professor Christopher Neale em seu projeto de Post Doc. É líder do Grupo de Pesquisas em Viabilidade Econômica de Irrigação - GPVI. Atua como Perito Técnico do Ministério Público Estadual - MPMS em projetos que envolvem recursos hídricos. Dentre as várias representações em conselhos e comissões, destaca-se seu perfil atuante e participativo já enquanto acadêmico, tendo sido representante discente na Congregação ESALQ-USP, no Conselho de Pesquisa (CoP/USP) e no Conselho de Pós-graduação (CoPGr/USP). Foi, ainda, Presidente da Associação dos Pós-graduandos (APG-ESALQ) durante seu Doutorado e Presidente do Centro Acadêmico de Engenharia Agrícola (CAEAG/UEM), durante sua Graduação
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela FAZU (2009) e Tecnologia em Irrigação e Drenagem pelo IFTM (2008), Mestrado em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz -ESALQ/USP e Doutorado (PhD) em Engenharia de Sistemas Agrícolas pela ESALQ/USP, com período de Doutorado Sanduíche na University of California/Davis - UC DAVIS. Atualmente é Professor Adjunto A1 do ICIAG / Instituto de Ciências Agrárias na Universidade Federal de Uberlândia UFU/Campus Monte Carmelo, ministrando 3 disciplinas de graduação e 1 disciplina de pós-graduação. Publicou 28 artigos científicos em periódicos indexados e dezenas de trabalhos em anais de eventos. Atua principalmente nas áreas de: Engenharia de Água e Solo, Agrometeorologia, Relações hídricas dos cultivos/Cafeicultura Irrigada e Estresse Hídrico/Irrigação deficitária.
Formado em Engenharia Hidráulica Civil na Universidade de Palermo em julho de 1989, discutindo uma tese de título “Sobre a avaliação da resistência ao movimento em leitos de rios com vegetação de fundo". Em 1991 se qualificou para a profissão de Engenheiro e está inscrito no Registro de Engenheiros da Província de Palermo desde 18.03.91 al n. 4638. Obteve em 1995 o título de Doutor em Pesquisa em Hidronomia. Áreas de pesquisas: Desde 1991 desenvolve atividades de pesquisa na Seção de Hidráulica do I.T.A.F. da Universidade de Palermo, atividade que diz respeito em particular aos setores da Rega e Hidrologia Agrícola, tem-se materializado em inúmeras publicações indicadas e numeradas na lista em anexo, impressas ou apresentadas (oralmente ou em pôster) no âmbito de conferências e reuniões nacionais e internacionais. No que se refere ao setor de irrigação, estudou as questões relacionadas à avaliação das perdas de pressão contínua nas tubulações em material plástico de pequeno diâmetro e das causadas, nas asas dispensadoras dos sistemas microirrigação, a partir da presença de gotejadores. Além da área de Hidrologia do Solo e Gestão da Irrigação.
Graduado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal da Paraíba (1999), mestre em Irrigação e Drenagem (2002) e doutor em Recursos Hídricos e Ambientais (2005) ambos pela Universidade Federal de Viçosa. Possui MBA em Gestão Pública: Agronegócio e Desenvolvimento Sustentável pela Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (2009). Atuou como técnico em desenvolvimento regional na Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (2007 a 2009), na Unidade de apoio Hidroagrícola, da 2ª Superintendência Regional, onde ocupou a chefia geral. Foi Presidente da Associação Brasileira de Captação e Manejo de Água de Chuva (2012 a 2014). Desde 2009 é pesquisador do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), atuando até 2020 no Instituto Nacional do Semiárido (INSA), como pesquisador titular da área de recursos hídricos. Entre 2011 a 2019 ocupou os cargos de Assessor Técnico, Diretor Substituto e Diretor Geral. Atualmente está a disposição do Polo de Inovação do Instituto Federal da Paraíba (IFPB). Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, atuando principalmente nos temas: gerenciamento de recursos hídricos; irrigação; qualidade de água; reúso e aproveitamento de água de chuva.
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC - Fortaleza-CE), mestre em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Viçosa (UFV - Viçosa-MG). Concluiu o doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp - Jaboticabal-SP) em 15 de janeiro de 2004. Entre fev./2004 e nov./2005, foi Pesquisador Bolsista do CNPq (DCR), atuando na Embrapa Agroindústria Tropical. Desde então é Professor concursado da UFC, lecionando disciplinas relacionadas à Fruticultura e Nutrição de Plantas na Graduação e na Pós-Graduação. Entre jul./2007 e jun./2011 foi vice coordenador do Curso de Graduação em Agronomia. Entre jan./2008 e dez./2009 foi vice coordenador do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Fitotecnia) e de jan./2010 até dez./2013 foi coordenador deste Programa de Pós-Graduação. De jan./2006 até 2010 foi colaborador do PET-Agonomia (MEC/SESu). Relator de periódicos científicos. Publicou 46 artigos em revistas científicas, 5 capítulos de livro e 80 trabalhos em anais de eventos. Participou na organização de 2 Congressos nacionais e 1 internacional (todos como Tesoureiro). Organizou o 1° Seminário de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia da UFC, em dez./2013. Orientou 28 monografias de graduação, 20 bolsistas de iniciação científica (PIBIC - CNPq/UFC ou PET - MEC/SESu), 13 Dissertações de Mestrado (sendo duas como coorientador) e 9 Teses de Doutorado. Supervisionou 2 bolsistas de pós-doutoramento e 1 de DCR. Atualmente orienta 2 estudantes de doutorado,3 de mestrado e 8 de graduação (todos bolsistas: 1 bolsista de PIBIC, 1 bolsista de Iniciação à Docência, 5 bolsistas de Iniciação Acadêmica 1 bolsista de extensão). Atua na área de Agronomia, com ênfase em Fruticultura, principalmente nos seguintes temas: Nutrição e Adubação e Manejo cultural, com ênfase nas culturas da Goiaba, Caju, Pitaya e Coco.
Possui graduação em Engenharia Agronomica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1968) mestrado em Nutrição Animal pela Universidade de São Paulo (1980), Doutorado em Tropical Agriculture pela James CooK University, Autralia (2006). É pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, desde 1985. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Manejo e Conservação de Pastagens, atuando principalmente nos seguintes temas: leguminosas arbóreas, avaliação de leguminosas, gliricidia sepium, sistemas silvipastoris, sistemas de integração Lavoura/Pecuária/Floresta e leguminosas forrageiras. Conduz projetos de pesquisa e de transferência de tecnologias nas áreas de seleção de espécies de capim elefante para forragem e para biomassa energética, seleção de leguminosas forrageiras nativas, avaliação de sistemas de ILPF para as condições do NE.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1977), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1979) e doutorado em Agronomia pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1986). Aposentou-se como Professor Titular da Universidade de São Paulo, Campus Luiz de Queiroz, em junho de 2018. Foi bolsista de Inovação Tecnológica (BIT) da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - FUNCAP, de 2018 a setembro de 2020. Foi Chefe do Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP nos períodos 03/2003 a 03/2007 e 03/2011 a 03/2013. Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Irrigação e Drenagem da ESALQ/USP no período 11/2002 a 11/2008. Foi Coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI) que tem sede na ESALQ/USP de 2008 a 2018. É líder do Grupo de Pesquisa do CNPq denominado de: Metrologia, Normalização e Qualidade em Irrigação e Drenagem. Coordenou o Projeto Serviço de Assessoramento ao Irrigante - SAI, projeto executado no Distrito de Irrigação do Baixo Acarau-CE. Foi membro do Comitê Assessor de Engenharia Agrícola do CNPq no período de 01 de julho de 2013 a 30 de junho de 2016 (na condição de Suplente) e no período de 01 de outubro de 2016 a 30 de junho de 2019 (na condição de Titular). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Irrigação, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo da irrigação, hidráulica de sistemas de irrigação, otimização do uso da água, evapotranspiração, fertirrigação e simulação.
Mestrado em engenharia agrícola com ênfase em irrigação, (2015) UNIVASF. Especialização em engenharia do trabalho (2012) INESB/Montenegro. Engenharia agronômica (2006) UNEB. Profissional com 16 anos de experiência em Irrigação. É Consultor e Sócio-diretor na TOP IRRIGA. Atribuições: Projetista de sistemas de irrigação; Consultoria em manejos de irrigação, Promotor de treinamentos/palestras; Desenvolvimento de automação de precisão em agricultura 4.0 e prestação de serviços voltados a pesquisa científica em manejo de água e fertilizantes.
George Vellidis é professor do Departamento de Ciência do Solo e Colheita da Universidade da Geórgia. Ele recebeu seu Ph.D. Doutor em Engenharia Agrícola, com uma pequena área de ênfase em Engenharia Ambiental pela Universidade da Flórida em 1989. Seus principais interesses de pesquisa são na medição e modelagem das interações entre os sistemas de produção agrícola e o meio ambiente. Durante sua carreira acadêmica, ele recebeu mais de $ 16 milhões em financiamento externo e publicou 68 artigos em periódicos arbitrados e mais de 100 trabalhos em conferências. Ele atuou como professor principal para 17 alunos de pós-graduação e orientou 5 associados de pesquisa de pós-doutorado. O Dr. Vellidis foi o palestrante principal em três conferências internacionais e, em 2012, recebeu o Prêmio de Excelência em Pesquisa do Campus de Tifton da Universidade da Geórgia. O Dr. Vellidis foi o destinatário do 2015 D.W. Prêmio Brooks de Excelência em Pesquisa. Este prêmio reconhece o corpo docente do College of Agricultural and Environmental Sciences da University Georgia pela excepcional criatividade e excelência na descoberta, aplicação e integração de conhecimentos que contribuem para a solução oportuna de problemas nas ciências agrícolas e ambientais.
Possui graduação em Zootecnia pela Universidade Federal da Paraíba (1986), mestrado em Zootecnia (1993) e doutorado em Zootecnia (1997) pela Universidade Federal de Viçosa. Atualmente é Pesquisador A da Embrapa Semiárido, professor permanente do Programa de Pós Graduação em Ciência Animal da UNIVASF e do Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia (UFPB/UFC). Bolsista Produtividade em Pesquisa CNPq. Pesquisador visitante, Animal Science - UCDAVIS (2008-2009). Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Avaliação de Alimentos para Animais, atuando principalmente nos seguintes temas: semiárido, água na produção de ruminantes, agricultura biossalina, nutrição e alimentação de ruminantes, forrageiras xerófitas e halófitas.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1990), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1992) e doutorado em Engenharia de Biossistemas pela University of Tennessee (2003). Atualmente é pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e professor do quadro permanente da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo de irrigação, reuso de aguas para irrigação e cultivo sem solo.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (1987) e pós graduação (Especialização) em Irrigação e Drenagem pela FAMESF, atual UNEB. Atualmente é engenheiro agrônomo da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaiba - DF. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação e Drenagem.
Doutor em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1999) e pós-doutor pela Universidade de Nebraska-EUA, Lincoln, em engenharia de irrigação e manejo de água. Foi consultor da Organização dos Estados Americanos (OEA) e pesquisador visitante na Universidade da Califórnia-EUA, Davis, no departamento de estudos de terra, ar e recursos hídricos, onde desenvolveu trabalho em modelagem da hidrologia de área irrigadas. Atualmente é pesquisador na área de recursos hídricos e irrigação e supervisor do Núcleo de Articulação Internacional da Embrapa Cerrados. Atua como consultor científico de diversos órgãos de fomento à pesquisa e revistas científicas. Coordena o grupo de pesquisa do CNPq intitulado Rede Agrohidro.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Ceará (1991), mestrado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal do Ceará (1995), doutorado em Ciências Agrárias (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (2000) e pós-doutorado pela University of California, Riverside (UCR) and US Salinity Laboratory/ARS/USDA (2014). Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola/UFC no período de agosto de 2005 a agosto de 2009 e no período de maio de 2011 a abril de 2013. Foi também Presidente do XII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal (Fortaleza-CE, 2009), Coordenador do I e II Simpósio Brasileiro de Salinidade (Fortaleza-CE, 2010 e 2014) e do I Simpósio Latino Americano de Salinidade (Fortaleza-CE, 2019). É professor Titular do Departamento de Engenharia Agrícola do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará, Pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Salinidade (INCTSal) e Bolsista de Produtividade do CNPq nível 1C. Atua como orientador de alunos do curso de graduação em Agronomia e de pós-graduação em Engenharia Agrícola (Mestrado e Doutorado) e Ciência do Solo (Mestrado e Doutorado). Atua principalmente nos seguintes temas: Eficiência no uso de água e de nutrientes em plantas sob condições normais e sob estresse; Tolerância à salinidade de culturas anuais (sorgo, feijão-de-corda, milho, algodão), perenes (coqueiro, cajueiro) e ornamentais; Estratégias visando a utilização de águas salinas e residuárias na irrigação (plena e suplementar); Manejo de solos salinos e sódicos; Ecofisiologia vegetal.
Professora Catedrática de Engenharia Hidráulica da Universidade Politécnica de Madrid , à qual pertence desde 1990, e Coordenadora da Comunidade UPMwater. Rodríguez ministra cursos de graduação e pós-graduação relacionados à aplicação e gestão da água em áreas irrigadas, bem como planejamento e gestão da água em bacias hidrológicas. Além disso, como diretora do grupo de pesquisa da UPM "Irrigação Hidráulica", tem promovido linhas de pesquisa que visam melhorar a eficiência dos sistemas de distribuição de água / energia na irrigação por pressão (aspersão e gotejador) e na distribuição de água no solo no âmbito do desenvolvimento sustentável. Seu trabalho é financiado por projetos de pesquisa nacionais e europeus e tem sido realizado na bacia do rio Duero e em suas Comunidades de Irrigação e também em áreas subdesenvolvidas da América do Sul. Publicou inúmeros artigos em revistas nacionais e internacionais e colabora em projetos em áreas irrigadas no: Brasil, Argentina, Egito e Turquia, bem como no desenvolvimento de sensores de baixo custo para medir o teor de água no solo com o Universidade de Oregon (EUA).
Possui bacharelado em Engenharia Agronômica (1983), mestrado em Fruticultura Tropical (1985) e doutorado. Doutor em Horticultura (1994) pela Purdue University, com ênfase em fisiologia e bioquímica de metabólitos secundários de plantas.Trabalhou como fisiologista de plantas no (então) Southern Weed Science Lab em Stoneville, MS, onde desenvolveu tecnologia usada pelo governo dos Estados Unidos para controlar plantas ilícitas. Ele então trabalhou como químico ambiental para Agrevo, Aventis e, em seguida, Bayer Crop Sciences. Ele ensinou biologia vegetal na Southern Illinois University por dois anos, depois ingressou no Appalachian Farming Systems Research Center em 2003. Atualmente, o Dr. Ferreira trabalha para o US Salinity Lab em Riverside, CA. Sua pesquisa se concentra nas respostas fisiológicas e bioquímicas de culturas agrícolas (como morango e alfafa) ao estresse salino e no uso potencial de marcadores bioquímicos para identificar a tolerância à salinidade. Ele está particularmente interessado em antioxidantes, açúcares e outros compostos que podem ser produzidos em resposta a altos níveis de estresse (na forma de ROS) desencadeados pela salinidade na água e no solo.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Ceará (1993), mestrado em Agronomia (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Federal de Lavras (1996) e doutorado em Ciências Agrárias (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (2000). Atualmente é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fisiologia de Plantas Cultivadas, atuando principalmente nos seguintes temas: salinidade, estresse hídrico, fotossíntese, metabolismo de carboidratos, trocas gasosas, cajueiro, meloeiro e feijão-de-corda.
Natural de Morada Nova - CE, cursou Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agricultura de Mossoró - ESAM, mestrado em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal do Ceará - UFC e doutorado em Engenharia Agrícola (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal de Campina Grande - UFCG. Foi professor no Curso de Recursos Hídricos e Irrigação da Faculdade de Tecnologia Centec - Sobral, pertencente ao Instituto Centro de Ensino Tecnológico - CENTEC, tendo sido Coordenador deste, no período de 2001 a 2003. De fevereiro de 2006 a abril de 2008 exerceu o cargo de Diretor da referida Faculdade, além de ter ensinado e coordenado o Curso de Especialização Latu Senso em Fruticultura Irrigada. Presidiu o I, II, III e IV Workshop Internacional de Inovações Tecnológicas na Irrigação ? WINOTEC, nos anos seqüenciais de 2007, 2008 e alternados 2010 e 2012. Tem participação efetiva na elaboração e implantação do projeto do Laboratório de Ensaios em Equipamentos de Irrigação - LEEI, acreditado pelo INMETRO e oriundo de recursos da FINEP, PROEP e CNPq, ocupando neste, a função de Gerente da Qualidade. É professor do Eixo Tecnológico Recursos Naturais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, Campus Sobral e membro do Comitê Gestor do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação-INCT/CNPq. Atualmente é Editor chefe da Revista Brasileira de Agricultura irrigada- RBAI. Enquanto professor tem dado ênfase a hidráulica, os sistemas de irrigação, ao manejo eficiente da água e ao desenvolvimento de tecnologias voltadas a melhorias destes.
Engenheiro Agronômo, Doutor pela Universidade de Córdoba (Espanha), pesquisador cientíifico do Instituto de Agricultura Sostenible do CSIC, em Córdoba e membro do Water for Food Global institute da Universidad de Nebraska. Sua especialidade é manejo, engenharia de irrigação e hidrologia. Foi pesquisador visitante em CSIRO (Austrália) e nas Universidades de California-Davis, Nebraska-Lincoln e São Paulo. Também colaborou com organizações internacionais como FAO, onde foi especialista internacional. Atualmente desenvolve sua atividade de pesquisa principalmente em Andalucía (Espanha), mas também na África Subsaariana e América Latina. Luciano Mateos publica assiduamente artigos sobre irrigação em revistas internacionais.
Engenheiro agrônomo (ESALQ / USP campus de Piracicaba - 1985). Mestre em Agronomia / Irrigação e Drenagem (FCA / UNESP campus de Botucatu - 1990). Doutor em Ciências / Energia Nuclear na Agricultura (CENA / USP campus de Piracicaba - 1994). Pós-Doutorado (University of California, Davis, USA - 2000). Entre dezembro de 1994 e abril de 2015, foi pesquisador da Embrapa Semiárido, em Petrolina - PE. A partir de maio de 2015, é pesquisador na Embrapa Instrumentação, em São Carlos - SP. Principais temas de pesquisa: física do solo, manejo de irrigação, fertirrigação, uso da água na agricultura e agricultura de precisão. Membro do corpo docente e orientador de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), UNESP, campus de Botucatu.
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Bahia (1994), mestrado em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior de Agricultura Luíz de Queiroz (1998) e doutorado em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior de Agricultura Luíz de Queiroz (2002). Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucana Petrolina-Pe. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Engenharia de Água e Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: irrigação, evapotranspiração, manejo da irrigação, necessidade hídrica e lisímetro. (Fonte: Currículo Lattes)
Bacharel em Engenharia Agronômica, Universidade de San Simon. Mestre, Análise de Sistemas Agrícolas, Universidade Nacional Agrária. Ph.D., Engenharia de Sistemas Biológicos, Virginia Tech. O interesse de pesquisa e ensino do Dr. Osorio Leyton concentra-se na vinculação de modelos de simulação baseados em processos, análise geoespacial, aprendizado de máquina e análise de dados para apoiar a tomada de decisão baseada na ciência de sistemas agrícolas. Além disso, sua experiência em pesquisa inclui o desenvolvimento e aplicação de modelos de simulação para hidrologia e crescimento de plantas. O Dr. Osorio Leyton é o PI do projeto “Estabelecendo e Fortalecendo o Sistema de Alerta Preciso para a Pecuária (PLEWs) no Quênia, Somália, Sudão, Uganda e Sudão do Sul” patrocinado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). O projeto contribui para o desenvolvimento de um Sistema de Alerta Precoce da Pecuária (PLWES) na África Oriental e em outras partes do mundo para fornecer estimativas de forragem do gado e disponibilidade de água e seus desvios das condições médias, esta informação sobre a forragem e o estado da água, quando combinado com as condições do mercado de gado, pode auxiliar nas decisões de manejo adaptativo para melhorar a resposta à seca e reduzir os riscos. O Dr. Osorio Leyton também trabalha supervisionando a análise de dados, aplicação de modelo e pesquisa de modelagem avançada e análises relacionadas ao Projeto de Avaliação dos Efeitos da Conservação do Serviço de Conservação de Recursos Naturais do USDA (CEAP) para informar a política de conservação de recursos agrícolas e naturais em escala nacional e regional, com um ênfase na qualidade da água e do solo, segurança alimentar e estabilidade rural. Dr. Osorio Leyton recebeu seu Ph.D. em Engenharia de Sistemas Biológicos, Virginia Polytechnic Institute & State University, seu MS em Produção Animal na National Agrarian University La Molina (Pe), e seu BS em Agronomia pela University of San Simon (Bo). O Dr. Osorio Leyton atua como Editor Associado do Journal of International Soil and Water Conservation Research (ISWCR). O Dr. Osorio Leyton é membro da Alpha Epsilon, Honor Society of Agricultural, Food, and Biological Engineering (AE), American Society of Agricultural and Biological Engineers (ASABE), American Water Resources Association (AWRA) e da Bolivian Society of Engineers (SBI). e seu bacharelado em Agronomia pela Universidade de San Simon (Bo). O Dr. Osorio Leyton atua como Editor Associado do Journal of International Soil and Water Conservation Research (ISWCR). O Dr. Osorio Leyton é membro da Alpha Epsilon, Honor Society of Agricultural, Food, and Biological Engineering (AE), American Society of Agricultural and Biological Engineers (ASABE), American Water Resources Association (AWRA) e da Bolivian Society of Engineers (SBI). e seu bacharelado em Agronomia pela Universidade de San Simon (Bo). O Dr. Osorio Leyton atua como Editor Associado do Journal of International Soil and Water Conservation Research (ISWCR). O Dr. Osorio Leyton é membro da Alpha Epsilon, Honor Society of Agricultural, Food, and Biological Engineering (AE), American Society of Agricultural and Biological Engineers (ASABE), American Water Resources Association (AWRA) e da Bolivian Society of Engineers (SBI).
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Esalq- Universidade de São Paulo (1983), mestrado (1997) e doutorado (2010) em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é engenheiro agrônomo da Universidade Estadual de Campinas, lotado na Faculdade de Engenharia Agrícola. É vinculado às áreas de ensino, pesquisa e extensão apoiando atividades na Graduação (Ambiência, Infraestrutura Rural, Tecnologia Pós-Colheita) e na Pós-Graduação (Construções Rurais, Ambiência e Tecnologia Pós-Colheita, Fisiologia Vegetal). Professor na Faculdade de Agronegócios de Holambra atuando nas áreas de cultivo sem solo, cultivos intensivos, cultivo em ambiente protegido, pós colheita de produtos perecíveis e gestão de propriedades rurais. Vice- Presidente do Comitê Brasileiro de Desenvolvimento e Aplicação de Plásticos na Agricultura e presidente do Comitê Editorial da Revista Plasticultura. Participação como instrutor ou palestrante em mais de 150 cursos ou eventos no Brasil e no exterior, visando transferência de tecnologia. Atuação centrada nos temas: cultivo protegido, plasticultura, sistemas de produção,cultivos sem solo, floricultura, olericultura, fruticultura, café, pós-colheita, embalagens, qualidade de produtos agrícolas e gestão

REALIZAÇÃO

APOIO

PATROCÍNIO